sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Anónima

Como sou pequena
"Escrevo" sempre com esse tamanho de letra.

Ofuscam-me as luzes da ribalta.
É bom passar pela vida despercebida
E Anónima,
Assim, não preciso de máscaras,
Nem de operações estéticas,
Não preciso preocupar-me
Em parecer inteligente,
Posso sempre ser eu
Sem a preocupação de saber qual é o meu melhor perfil
A ser fotografado.

A coragem é uma força fraca em mim.Todos os dias a treino
Para não cair na tentação de viver num sonho sem esperança.

Maria Madalena, 9 de Janeiro de 2009

2 comentários:

Maria Mourão disse...

Não acho que não tenhas coragem.
Claro que tens coragem e muita
Fatinha

Susana Ferreira disse...

Pequenina e sem coragem e não és inteligente,oh titi então claro que és grande,e tens muita coragem e muita força e és muito inteligente,e não precisas de te esconder atrás de nenhuma máscara claro que não,nem ser anónima como escreves,nada disso.
beijinhos grandes titi Madá