sábado, 20 de dezembro de 2008

No cinzento dos teus olhos

No cinzento escuro dos teus olhos
mergulho
um frio gelado envolve-me
e sofro
uma dor que
ao mesmo tempo
é
e não é a minha.


Pelo cinzento dos teus olhos vivo
e sofro
por saber que o cinzento dos teus olhos
já brilharam por outra...
da mesma forma que hoje brilham para mim.


Que tens de novo para me dar?


Maria Madalena, 19 de Dezembro de 2008

1 comentário:

Maria Mourão disse...

gostei está muito bonito
Fatinha