sexta-feira, 30 de janeiro de 2009


Mordi-te os lábios
Sorveste-me a língua.
Em concha, a tua mão
Acariciava-me o peito
Enquanto a outra
Se perdia no meu corpo.


Maria Madalena, 30 de Janeiro de 2008

2 comentários:

Maria Mourão disse...

pequeno mas lindo:))))
Fatinha

Susana Ferreira disse...

que poema cheio de paixão titi.
beijinhos grandes